• Ozônio nada mais é do que oxigênio. Uma forma alotrópica do oxigênio, em vez de duas moléculas são três, ou seja, O³.
  • Sim. Ele é encontrado na natureza. É encontrado em duas regiões da atmosfera: cerca 10% do ozônio atmosférico encontra-se na troposfera, região mais próxima da superfície da terra (entre 10 e 16 quilômetros) e os restantes 90% encontram-se na estratosfera, a uma distância entre 10 e 50 quilômetros. A maior concentração de ozônio na estratosfera é chamada de “camada de ozônio”.
  • Sim e muito! Em países como os Estados Unidos e em alguns países da Europa, sua utilização é frequente! Levando em conta que estes países têm normas sanitárias altamente rigorosas, isso mostra a sua segurança. Além disso, o ozônio é usado como tratamento, na ozonioterapia. Para saber mais sobre a ozonioterapia, clique aqui. O FDA americano (Food and Drugs Administration) confere ao ozônio a classificação "GRAS" Generally Recognized as Safe que é o mais alto padrão para segurança para os usuários de um produto.
  • Não. Qualquer pessoa pode facilmente operar estes equipamentos e obter os efeitos dos mesmos. A única questão que deve ser levada em conta, é que se o ambiente em questão estiver totalmente fechado, sem nenhuma entrada de ar, é ideal não haver pessoas no local. Se o ambiente tiver algum local de entrada de ar, pode-se usar o ozonizador sem qualquer risco.
  • Não. Existem muitas pesquisas que mostram que se dosado na proporção correta, o ozônio não induz a qualquer alteração na composição da água. Foram feitos testes com água magnesiana, hipotermal, alcalina, e ela sempre se manteve igual, após a utilização do ozônio. Mas então não há mudança? Há apenas uma purificação. O que o ozônio oxidará serão as algas (água verde), microorganismos contaminantes, matéria orgânica, minério de ferro e do manganês
  • Sim, os ozonizadores da Oxi3 também ajudam na eliminação dos odores, como cigarro. Isso acontece por que o ozônio elimina também os elementos poluentes causadores destes maus odores. Para isso, basta deixar o ozonizador ligado, com a ventilação adequada.
  • Não há geração de resíduos poluentes, ou qualquer outro elemento. Isso por que há participação apenas de elementos naturais, oxigênio que se converte em ozônio através de descargas elétricas. Com isso, além de purificar o ar, estes aparelhos ainda preservam o meio ambiente.
  • - Fácil utilização:
    Os purificadores de ar com ozônio funcionam de forma simples, onde você seleciona o tempo, a potência e os liga a rede elétrica. Desta maneira, não há dificuldades em sua utilização ou aplicação em ambientes.

    - Poder bactericida
    Muito usado em procedimentos médicos ou odontológicos, o processo de ozonização é cada vez mais comum. Seja na água, no ar ou em qualquer material, ele se apresenta como uma excelente alternativa para a desinfecção de ambientes.
  • Podem e devem. Uma das grandes vantagens do ozonizador de ar é justamente melhorar a qualidade do ar. Isso faz com que pessoas com doenças respiratórias de ordem alérgica, como a asma e a bronquite, tenham uma redução considerável das crises.
  • Inicialmente, ligue o equipamento a energia elétrica. Depois disso, ajuste o timer para o tempo necessário que ele deve ficar ligado. Se o ozonizador for usado em um ambiente totalmente fechado, indica-se que não haja pessoas no ambiente. Já se houverem saídas de ar, ele pode ser usado sem qualquer problema. O indicado é a utilização por 30 minutos, do equipamento ligado.

    Resultado(s) 1 - 10 de 14

    Deixe sua pergunta